Quinta do Crasto Tinta Roriz Tinto 2014

Portugal / Douro
2014
Situada na margem direita do rio Douro, entre a Régua e o Pinhão, a Quinta do Crasto, é uma propriedade com cerca de 130 hectares, dos quais 70 são ocupados por vinhas. Fazem também parte do património da empresa a Quinta do Querindelo, com 10 hectares de Vinha Velha, e a Quinta da Cabreira, no DouroSuperior, com 114 hectares de vinha. Com localização privilegiada na Região Demarcada do Douro, a Quinta do Crasto é propriedade da família de Leonor e Jorge Roquette há mais de um século. Como costuma ser com as grandes Quintas do Douro, a origem da Quinta do Crasto remonta a tempos longínquos - o nome Crasto deriva do latim "castrum", que significa forte romano.
 
Mostrar mais
Uva
  • Tinta Roriz
Região Douro
Volume 75cl
País Portugal
Teor alcoólico 14,5%
48,39 €
 

Entrega em até 48 horas em Portugal Continental, após a expedição confirmada

Portes grátis acima de €39,99 em Portugal Continental

Tipo de vedante: Rolha Capacidade da garrafa (cl): 75
Família: Vinho Classificado Tipo: Vinho Tranquilo
Sub-família: Tinto Variedade: Monocasta
Marca: Quinta do Crasto País: Portugal
Região: Douro Graduação alcoolica: 14,5%
Amadurecimento: Estágio de 16 meses em barricas novas de carvalho francês (225 litros) Temperatura de consumo: 16-18º
Ano da colheita: 2014 Alergénios: Sulfitos
Nota de prova - Cor: Cor opaca, violeta carregada Nota de prova - Aroma: Aroma com excelente intensidade aromática, onde se destacam notas de frutos vermelhos maduros, notas fresca de esteva, que lembram notas mentol. Aroma muito complexo e envolvente
Nota de prova - Sabor: Na boca tem um início poderoso, evoluído para um vinho de grande volume, taninos massivos mas de textura elegante. Tudo muito bem envolvido em aromas retro nasais que lembram frutos vermelhos. Um vinho muito gastronómico de cariz sedutor que termina equilibrado e persistente Vindima/Vinificação: As uvas, provenientes das melhores parcelas de Tinta Roriz da Quinta do Crasto, foram levadas para a vinícola em caixas de plástico de 22 kg, onde foram rigorosamente inspecionadas em uma mesa de classificação. As uvas foram pisadas primeiro em um tanque de pedra tradicional (“lagar”) e, depois disso, foram transferidas para um tanque de aço inoxidável aberto, onde a tampa foi pressionada com pistões robóticos. A fermentação ocorreu por 10 dias sob um ambiente estrito de temperatura controlada
Escreva a sua própria avaliação
Escreva sua avaliação