Vinhos Tintos com teor alcoólico elevado

Os vinhos de teor alcoólico elevado tem origem numa soma de condições, em que as mais importantes são o lugar, a casta e condições vitícolas de determinado ano. Há parcelas de vinhas em determinadas regiões (normalmente mais quentes) que possuem a capacidade regular de produzir uvas que por vezes chegam a um nível tal de açúcar que potencialmente levará à produção de um vinho de teor alcoólico elevado.

Na busca pela qualidade e com desenvolvimento do saber vitivinícola, alguns produtores passaram a usar práticas que permitem às uvas uma maior exposição solar, assim como deixá-las por mais tempo na vinha até ao amadurecimento total da uva. Esse entendimento leva a níveis de açúcar mais altos e consequentemente teores alcoólicos elevados, mas também a vinhos com taninos muito mais macios.

Na adega, deve-se ter cuidado de vinificar cuidadosamente para que o álcool não sobressaia e se torne pungente na degustação desses vinhos. Preservar a fruta primária, deixar o vinho com um volume de boca que suporte o álcool e tentar evitar aromas e sabores queimados e amargos são alguns dos objetivos na vinificação. 

Os seus apreciadores são atraídos pelo fato de serem vinhos que enchem a boca - são volumosos e macios e saciam. Têm a fruta muito evidente - de compota e, por vezes, geleia. 

 

16 produtos encontrados

por página

16 produtos encontrados

por página